, , , 1097076174234150 574096797044765
 

A MATRIZ DE SENSAÇÕES por DonaldKuspit

"Apresento a vocês o que considero uma tese radical: que o período da pintura de vanguarda, que começou oficialmente com as chamadas manchas coloridas na Música de Manet nos Jardins das Tulherias, em 1862, e teve seu clímax quase um século depois em o tachisme dinâmico da European art informale e da pintura modernista americana foi um tempo de transição da arte analógica tradicional para a arte digital pós-moderna, isto é, para uma arte baseada em códigos, em vez de imagens.




O status e o significado da imagem mudam na arte digital pós-moderna: a imagem se torna uma manifestação secundária - um epifenômeno material, por assim dizer - do código abstrato, que se torna o veículo principal da criatividade. Antes, a criação de imagens materiais era o objetivo principal da arte visual, e o código imaterial que guiava o processo era considerado secundário. Agora, a criação do código - mais amplamente, o conceito - torna-se o ato criativo primário. A imagem não existe mais por si mesma, mas agora existe apenas para tornar visível o código invisível, qualquer que seja o meio material. Não faz diferença para o código se ele aparece como uma imagem bidimensional ou tridimensional.